ALERTA!
O ser humano й bбsico, trбgico
Contra a propria raзa й sбdico.
Um bebй abandonado num saco plбstico,
Adolescente apanha a sida com o padrasto,
Uma cabeзa й decapitada num rapto, noticiбrio:
Invasгo de canibais ao estбdio,
Um imigrante com o crвnio esmagado dуI tanto
Como um pai que perde lentamente o filho ignorado,
O videojogo que acaba em assassinato,
A religiгo eleva a fй do bombista fanбtico,
Um acidente na estrada pode acabar num obrigado
Ou entгo com a frase: "eu mato-te".
Violкncia gera violкncia, violкncia gera ignorвncia, ignorвncia gera violкncia.
Se йs dotado de inteligкncia quebra a cadeia,
Tu йs dotado de inteligкncia quebra a cadeia!

Ignorвncia gera violкncia, nela nunca procurei abrigo.
Cultivo a paz pela subsistкncia da existкncia deste universo onde resido.
Se estбs a um passo do abismo pensa bem,
Serб que vale mesmo a pena ir mais alйm?
A consequкncia do ar torna-te refйm,
Nгo queiras para os outros o que nгo queres para ti tambйm.

Ele puxou o gatilho da 6 35, bazou,
Deixou sangue no recinto.
Ele era um puto normal, um puto bombбstico
Mas era mal tratado pelo padrasto.
A mгe nгo tinha tempo para intervir,
Trabalhava horas extras numa fabrica para subsistir,
Sem tempo para o acompanhar ou dar educaзгo.
Primeiro meteu patelas, depois veio o sabгo.
Passou para os kilos, depois veio o filho,
Passou para as bases, depois veio o vнcio
(E a ressaca).
Comeзaram os assaltos а mгo armada a joalharias
Com fiat unos gamados e gunaria
De todos os lugares, de todos os bairros
Do aleixo ao tarrafal atй criar um gang local.
O seu pai estava demente, estava a flipar.
Veterano, ex-combatente do ultra-mar.
Tinha ido para morrer, tinha ido para matar
Mas nгo estava preparado para o que iria enfrentar.
Veio traumatizado com quem tinha matado,
Com pastilhas que tinha tomado, obrigado
A ingeri-las com a comida, continha LSD e anfetaminas, drogas quimicas.
O puto acabou condenado, encarcerado,
A mae com o desgosto e o pai alcoolizado.
Pousa essa arma e lк um livro,
Nгo e mau karma, tens livre arbнtrio.
Vк se tens calma, vence esse vicio,
Andas em circulo, quebra esse ciclo.
Nгo estбs perdido, hб um caminho,
Tens uma mente, alimenta o espнrito.
Planta a semente, sк positivo,
Dissipa o уdio e ama o prуximo.

Ignorвncia gera violкncia, nela nunca procurei abrigo.
CUltivo a paz pela subsistкncia da existкncia deste universo onde resido.
Se estбs a um passo do abismo pensa bem,
Serб que vale mesmo a pena ir mais alйm?
A consequкncia do ar torna-te refйm,
Nгo queiras para os outros o que nгo queres para ti tambйm.
Correct  |  Mail  |  Print  |  Vote

Sala 101 Lyrics

Dealema – Sala 101 Lyrics