Debitamos decibйis em pistas sobre infiйis
Gajos apanham papeis facilmente decifrбveis mal os avistas
Carregados de aparato muito paleio de saco
Preparados para abater o 1 gajo que pisar o palco
й a puta da luta pela sobrevivкncia
Todos sabem mas negam ter conhecimento da sua existкncia
Nгo andamos aqui ao doce sabor da brisa e nгo tгo pouco mudamos de cara como quem muda de camisa
Fazemo-nos a vida atravйs da nossa prуpria musica sem nenhuma empresa publica
Sabes quanto isso custa?
Muita vontade, trabalho, dedicaзгo e empenho
Noites em branco nгo tбs a ver um caralho й melhor te fazer um desenho
Cinzento como a cor dos sonhos perdidos
Onde angustia e misйria cruzaram 5 indivнduos
Preparados, munidos para o que der e vier
Batalhar atй morrer para ver um filho nascer

Dlm ninguйm teme

Tem cuidado mano tou a um palmo da insanidade
Este gajo calmo tambйm perde a serenidade
Nesta бrea йs persona non grata se nгo respeitares espera muitos azares
Acerta o passo meu caro nгo tens classe ainda tens muito que melhor a sintaxe
Atй lб baixa as orelhas, rabo entre as pernas, espuma-te de inveja destas rimas soberbas
Sempre, sempre com astъcia atacamos com mъsica
Nуs viemos para fazer a denuncia
A nossa postura firme й ъnica
Tamos a cagar para a opiniгo pъblica
Olho por olho dente por dente, punho a punho, nуs fazemos frente
Hб certas merdas que nгo engulo
Brincas com o meu futuro e eu juro faзo-te um furo

Dlm ninguйm teme

Rubrica de necologia
Imagina o dia que encontras a tua fotografia
A tua vida de 8mm й uma pelнcula sorri foste gravado por cima
Olho por olho rima por rima, toma a pнlula
Fodemos infiйis como conas de lolitas
Emergкncia, emergкncia na alfandega й Dealema musica negra, contrabando
Partilho voz com o meu bando
Como maзo de tabaco tira um podes ir fumando
Fica atento ao nosso rasto soluзхes a curto prazo tamos aqui a longo prazo
Gravamos pistas em formatos de tragйdia
Cd's copiados como encriptaзхes de guerra
Nгo somos uma ceita mas somos mais que oitenta
Em direcзгo ao teu уvulo como geita

Dlm ninguйm teme

Vozes da rua tu nгo podes deter
Dizemos o que temos a dizer doa a quem doer
Lado a lado ano apуs ano vamos a luta com a voz mano a mano
Artista, vira casaca desiste jб desta profissгo de vocalista
Andamos pela fй e nгo pela vista
Cada canзгo й como uma acзгo terrorista
Contra a puta da opressгo a nossa opiniгo nгo conta temos sу uma opзгo
Afrontar quem quer que se atravesse a frente
Por interesse ou para desencorajar
Em nome da industria do lucro da musica
Nгo venhas contra a minha equipa, ouve lб
Se nгo eu prego-te com um balбzio
йs mediбtico nуs para sempre dealemбticos.
Correct  |  Mail  |  Print  |  Vote

Infiéis (Ninguém Teme) Lyrics

Dealema – Infiéis (Ninguém Teme) Lyrics