[Chorus:]
Mano
A vida й o que tu fazes dela
Custa-me ver-te fechado dentro dessa cela
Sabedoria й a chave da saнda dessa maldita viela
Para onde a misйria nos guia

Pra quк tantos trabalhos e preocupaзгo
Por sermos, donos do mundo querem tirar-nos a criaзгo
Aspiraзoes ou uma vida mais humana
A minha voz exprime o drama de vбrias geraзoes
As nossas mгes e avуs ja tiraram da sua boca para nos dar a nуs
Dor e tristeza
A sua maior riqueza eram as terras
Que lhes foram retiradas atravйs das decadas
Serб uma maldiзгo ou a religiгo que nos impede
De querermos o melhor para nуs
Ter uma maior visгo
Somos os deuses na Terra
E passamos meses а espera
De um ordenado que so nos trбs mais misйria
Como й que pode ser deixar d olhar o horizonte
E comeзar a ver o sonho desvanecer
Nem pensar! Vamos crescer, vingar, brilhar
Justificar a presenзa neste lugar

Olho para ti, sabes o que й que eu vejo! ?
Vejo me a mim reflectido num espelho
Tenho "flashes" de memуrias
Milhares de historias
Algumas sao alegres, outras melancуlicas
E o coraзгo bate cada vez mais forte
A cada rima que debito sinto o bafo da sorte
Como recompensa desta intensa labuta
Dura luta, com astuta preseveranзa
Jб te vi na misйria, vou-te ver na fartura
Brindemos com o cбlice da boa aventuranзa
Amigo, jб nгo consigo ver-te passar fome
Com o microfone dou-te pйrolas
Mano come,
Pensa por ti, cuidado com a mente criminosa
Hб muitos manos que eu nгo quero ver na "choзa"
Porque essa merda й suicidio
Й mortifero como sexo com a desconhecida
Sem preservativo

Jovem mulher й melhor respeitares o corpo
Tens o poder para gerar no interior um fruto
Em ramos fortes
Com raizes mais profundas para no futuro
Cultivarmos terras mais fecundas

Repeat Chorus x2

Desde sempre, nesta frente
'Tou contigo, podes crer
A sinceridade nesta humilde cidade fez-nos crescer
O que eu tenho a dizer й curto e passo a transcrever
Numa breve histуria para que todos nos possam entender
Santos,
Ontem via-te no recreio
Hoje vejo-te аs 6 no passeio
Em direcзгo аquela fбbrica sem receio
Quem diria que um homem com um nato talento
Tem de se sujeitar a uma rotina de merda
Para manter no prato um sustento
Primo, eu acredito que o teu valor й infinito
O meu amor por ti й genuino
E este disco й o nosso titulo
Mano Pina conseguimos mais um capitulo
Uma caixa de surpresas juntos quebrando o
Ciclo da rima, tenho orgulho em ter-te como amigo
Em ter-te conhecido, uma das chaves para a porta do meu sexto sentido
Andrй, contigo estreio sempre algo positivo
Mesmo quando o cenбrio й depressivo, extremo e fodido
Sereno, imune a todo o tipo de veneno
Do tempo em que nгo rimavas
Desconhecendo o talento que por dentro transportavas
Nuno, em resumo, um dos mais criativos mcs portugueses
A visitarem os nossos ouvidos
Tamos distantes por quilуmetros mas continuamos unidos
Tenho saudades dos velhos tempos e de todos os nossos amigos
Dos dias de escola de outrora e velhos ensaios semanais
Centenas de instrumentais... Milhares de versos reais

Repeat Chorus x4
Correct  |  Mail  |  Print  |  Vote

A Chave Da Saída Lyrics

Dealema – A Chave Da Saída Lyrics