Eu tenho um melro
Que й um achado.
De dia dorme,
А noite come
E canta o fado.

E, lб no prйdio,
Ouvem cantar...
E jб desconfiam
Que escondo alguйm
Para nгo mostrar.

Eu tenho um melro,
Lб no meu quarto.
Nгo anda а solta,
Porque, se ele voa,
Cai sobre os gatos.

Cortei-lhe as asas
Para nгo voar.
E ele faz das penas
Lindos poemas
Para me embalar.

Melro, melrinho,
E se acaso alguйm te agarrar,
Diz que nгo andas sozinho
Que йs esperado no teu lar.

Melro, melrinho
E se, por acaso, alguйm te prender,
Nгo cantes mais o fadinho,
Nгo me queiras ver sofrer.

E nгo voltes mais,
Que estas janelas nгo as abro nunca mais.

Eu tenho um melro
Que й um prodнgio.
Nгo faz a barba,
Nгo faz a cama,
Descuida o ninho...

Mas canta o fado
Como ninguйm.
Atй me gabo
Que tenho um melro
Que ninguйm tem.

Eu tenho um melro...
(-Que й um homem! )
Nгo й um homem...
(-E quem hб-de ser! )
Й das canoras aves
Aquela que mais me quer.

(-Deve ser homem! )
Ah, pois que nгo!
(Entгo mulherВ...)
Hб de lб ser! ?
Й sу um melro
Com quem dб gosto adormecer.

Melro, melrinho... [refrгo]

E nгo voltes mais,
Que a tua gaiola serve a outros animais.
Correct  |  Mail  |  Print  |  Vote

Eu Tenho Um Melro Lyrics

Deolinda – Eu Tenho Um Melro Lyrics