A chuva varre as janelas do teu apartamento.
A minha bagagem repousa ao abrigo do vento
E eu nem preciso de olhar para ti
Para saber o que esperas de mim.
Tu queres-me fazer cumprir
Coisas que eu nгo prometi.

Tu tambйm sentes na pele o sopro da mudanзa,
Mas ficas sentada na sala а espera da esperanзa.
Aprendemos juntos a enfrentar o frio,
Embarcбmos juntos no mesmo aviгo
E agora tu queres parar...
Dormir na margem do rio.

Mas, basta-me saber que hб sempre alguйm a lutar contra a corrente
Para me apetecer saltar,
Ir nadar ao lado dele,
Derretendo com o olhar
Todos os muros de gelo
E nгo consigo descansar
Enquanto nгo alcanзo uma nova nascente.

Dizes que nгo suportas ver-te sуzinha ao relento,
Mas tudo o que fazes й soltar o teu longo lamento
E eu vou para o meio da multidгo,
Nгo levo a virtude nem a salvaзгo,
Mas levo o meu calor
E uma guitarra na mгo

E basta-me saber que hб sempre alguйm a lutar contra a corrente
Para me apetecer saltar,
Ir nadar ao lado dele,
Derretendo com o olhar
Todos os muros de gelo
E nгo consigo descansar
Enquanto nгo alcanзo uma nova nascente.

E quando te voltar a apetecer seguir em frente,
Se me quiseres acompanhar,
Canta uma canзгo de amor,
Pinta os olhos cor de mar...
Pхe no teu peito uma flor,
Traz um amigo qualquer
E vamos juntos abraзar o sol nascente
Correct  |  Mail  |  Print  |  Vote

Ha Sempre Alguem Lyrics

Jorge Palma – Ha Sempre Alguem Lyrics