H um menino, h um moleque
Morando sempre no meu corao
Toda vez que o adulto balana
Ele vem pra me dar a mo

H um passado no meu presente
Um sol bem quente l no meu quintal
Toda vez que a bruxa me assombra
O menino me d a mo

E me fala de coisas bonitas
Que eu acredito que no deixaro de existir
Amizade, palavra, respeito,
Carter, bondade, alegria e amor

Pois no posso, no devo, no quero
Viver como toda essa gente insiste em viver
E no posso aceitar sossegado
Qualquer sacanagem ser coisa normal

Bola de meia, bola de gude
O solidrio no quer solido
Toda vez que a tristeza me alcana
O menino me d a mo

H um menino, h um moleque
Morando sempre no meu corao
Toda vez que o adulto balana
Ele vem pra me dar a mo

Lalalalalalalalalala
Eieieieieie...

H um menino, h um moleque
Morando sempre no meu corao
Toda vez que o adulto balana
Ele vem pra me dar a mo

Bola de meia, bola de gude
O solidrio no quer solido
Toda vez que a tristeza me alcana
O menino me d a mo
Correct  |  Mail  |  Print  |  Vote

Bola De Meia, Bola De Gude Lyrics

14 Bis – Bola De Meia, Bola De Gude Lyrics

Songwriters: NASCIMENTO, MILTON/BRANT, FERNANDO
Bola De Meia, Bola De Gude lyrics © Sony/ATV Music Publishing LLC

LyricFind
Lyrics term of use