Mariza - Recusa lyrics | LyricsFreak
Correct  |  Mail  |  Print  |  Vote

Recusa Lyrics

Mariza – Recusa Lyrics

Se ser fadista, é ser lua
É perder o sol de vista
Se ser fadista, é ser lua
É perder o sol de vista
Ser estátua que se insinua
Então, eu não sou fadista
Ser estátua que se insinua
Então, eu não sou fadista

Se ser fadista é ser triste
É ser lágrima prevista
Se ser fadista é ser triste
É ser lágrima prevista
Se por mágoa o fado existe
Então, eu não sou fadista
Se por mágoa o fado existe
Então, eu não sou fadista

Se ser fadista é no fundo
Uma palavra trocista
Se ser fadista é no fundo
Uma palavra trocista
Roçando as bocas do mundo
Então eu não sou fadista
Roçando as bocas do mundo
Então eu não sou fadista

Mas se é partir à conquista
De tanto verso ignorado
Mas se é partir à conquista
De tanto verso ignorado
Então eu não sou fadista
Eu sou mesmo o próprio fado
Então eu não sou fadista
Eu sou mesmo o próprio fado
Share lyrics
×
Songwriters: Mario Rainho, Raul Portela
Recusa lyrics © S.P.A.(SOCIEDADE PORTUGUESA DE AUTORES)

LyricFind
Lyrics term of use

Recusa comments