Baco Exu Do Blues - Blackstreetboys lyrics | LyricsFreak
Correct  |  Mail  |  Print  |  Vote

Blackstreetboys Lyrics

Baco Exu Do Blues – Blackstreetboys Lyrics

[Verso 1: Baco Exu do Blues]
Represento o meu grupo
Tão paloso que meus fãs tiram foto comigo e depois com meu tênis
Tão sangrento que Tarantino me procura em seus frames
Tão genial que Harvard procurou o Leozinho pra saber quanto é pra clonar meus genes
Depois que Jay-Z ficou estéril, Beyoncé me ligou perguntando se eu doo sêmen
9-9 eles veem e tremem
Exu do Blues eles veem e tremem
Correm de mim ser saber o motivo
Tipo meus pretos em fuga da PM
Tô juntando grana pra anestesiar minha dor
Não tô com dinheiro sujo pra essa tinta não mudar minha cor
'Cês continuam confundindo arrogância com autoamor
Eu lembro de quem me odiou
Eu lembro de quem me amou
Passou amores, passou falso amigos
Passou inimigos, mas meu som ficou
Só meu som ficou
Só meu som ficou

[Refrão: Baco Exu do Blues]
Blackstreetboys, somos Blackstreetboys (Preto)
Blackstreetboys, Black-Blackstreetboys (Preto)
Blackstreetboys, Black-Blackstreetboys (Preto)
Blackstreetboys, Black-Blackstreetboys (Preto)
Blackstreetboys, somos Blackstreetboys (Preto)
Blackstreetboys, Black-Blackstreetboys (Preto)
Blackstreetboys, Black-Blackstreetboys (Preto)
Blackstreetboys, Black-Blackstreetboys (Preto)

[Verso 2: Baco Exu do Blues]
Quero ser tipo John Lennon
Mais famoso que Cristo, mas sem ser branco (Preto)
Conversei com Hitler
O convenci a fazer o processo inverso de Michael Jackson e deixar de ser branco (Preto)
Eu sou melhor, seja franco
Eu não bato, eu espanco
999 não vê bicho, eu não me espanto
Olhe meu bando, olhe meu brinde, olhe meu santo, dentro do ringue
Não fale, apenas se vingue
Espanquei o último idiota que me falou: "Seja humilde"
Só preto, essas ruas nunca foram humildes
Vi coisas tão terríveis, elas nunca foram humildes

[Saída: Celo Dut]
Ó meu pai, se bater 'cê vai morrer
Sou da paz, mas nunca curti correr
Ó meu pai, sua língua vai te fuder
Reze pra eu não te ver
Ó meu pai, se bater 'cê vai morrer
Sou da paz, mas nunca curti correr
Ó meu pai, sua língua vai te fuder
Reze pra eu não te ver (Preto)
Share lyrics
×

Blackstreetboys comments