Caa a tarde como um viaduto
E um bbado trajando luto me lembrou Carlitos
A lua,
Tal qual a dona de um bordel
Pedia a cada estrela fria
Um brilho de aluguel
E nuvens, l no mata-borrao do cu
Chupavam manchas torturadas
Que sufoco!
Louco, o bbado com chapu-coco
Fazia irreverncias mil
Pra noite do Brasil, meu Brasil...
Que sonha coma volta do irmao do Henfil
Com tanta gente que partiu num rabo de foguete
Chora a nossa ptria mae gentil
Choram Marias e Clarices no solo do Brasil
Mas sei que uma dor assim pungente
Nao h de ser inutilmente
A esperanca danca
Na corda bamba de sombrinha
Em cada passo dessa linha
Pode se machucar
Azar, a esperanca equilibrista
Sabe que o show de todo artista
Tem que continuar
Correct  |  Mail  |  Print  |  Vote

O Bebâdo E A Equilibrista Lyrics

Elis Regina – O Bebâdo E A Equilibrista Lyrics